Truques pro Apartamento Parecer Maior – Luz e Espelho

Outro dia eu fiz um post com dicas para aproveitar melhor espaços em apartamentos pequenos, já publicamos até alguns móveis multifuncionais para ajudar, e prometi que depois eu ia ajudar nos truques visuais pro ambiente parecer maior. Cá estamos 🙂

Mas são tantas dicas que resolvi fazer uma série, tá? Lembrando que você não precisa fazer tudo ao mesmo tempo, são possibilidades que devem encaixar com o restante da sua proposta para o espaço. E nenhuma dica é milagrosa, todas tem seus prós e contras. Bora lá?

1. A primeira dica: garanta uma boa iluminação natural. Nada mais claustrofóbico do que entrar num lugar escuro, em que você sai tropeçando nos móveis. Aproveite o sol que entra pelas janelas ao máximo, isso também vai ajudar a transmitir uma sensação de lugar bem ventilado.

sala com janelões

2. Evite provocar sombras muito marcadas para não quebrar o espaço em pedaços. Se você tem a sorte de ter muitas janelas mas o sol entra queimando o sofá, use cortinas lisas e translúcidas para filtrar a luz, as sombras desaparecem sem se perder tanta luminosidade. E à noite prefira luz indireta arquitetural: como a luz vem em diversas direções, as sombras são mais suaves do que dos famosos spots embutidos.

cortina branca na sala

3. Use um espelho grande para difundir ainda mais a luz, instalado-o na parede ao lado ou oposta à janela principal. Desta forma você ainda traz a paisagem para dentro de casa.

parede de espelhos

4. A foto acima é um ótimo exemplo de uso do espelho porque além de o espelho refletir a luz do dia, duplica espaços e elementos, fazendo a sala parecer ter o dobro do tamanho. Mas atenção! Pense bem no que você quer “duplicar” no ambiente – uma janela, espaço vazio, uma porta, um monte de armários? Podemos dobrar a sensação de espaço se posicionarmos o espelho adequadamente, mas também podemos dobrar a quantidade de “coisas” e conseguir o efeito inverso – uma bagunça visual. Já vi casos do espelho parecer um portal para o além – não reflete nada, vira um retângulo cinza na parede refletindo um teto sem graça.

como usar espelho na sala de jantar

Está gostando das dicas? Você usa alguma dessas na sua casa? Conta pra gente se realmente funciona!

Continua…

Imagens: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 |

Apartamento em Madri fica moderno, amplo e arejado após reforma

Com alguns pequenos detalhes é possível transformar totalmente a sua casa e modernizá-la, e é sempre estimulante quando conseguimos ver um exemplo desses. Quem diria, por exemplo, que esse apartamento em Madri era feio, escuro tinha portas estreitas e tetos baixos?

Sala branca ganhou cor com mesas vermelhas, luminária e quadros

Bastou que o proprietário derrubasse algumas paredes, elevasse o teto em 20 cm retirando o rebaixamento de gesso e aumentasse a largura das portas para que ele ficasse bem mais arejado.

Veja que o portal parece ter sido recortado, deixando mostrar as irregularidades na forma da madeira. O acabamento ficou interessante e aqueceu o ambiente, dando a ele um toque rústico que contrasta com o branco clean e os móveis pouco volumosos.

Além disso, a altura do portal ficou maior, o que dá a sensação de amplitude na sala.

Com a base toda branca, o cômodo ganha cores com as almofadas, os quadros na parede e as mesinhas de centro vermelhas.

sala branca e moderna, cortinas leves e brancas

Por ser uma sala pequena, o proprietário optou por usar duas mesas quadradas como mesa de centro. Além de terem uma estrutura bem leve, que não polui visualmente o ambiente, elas são versáteis já que podem ser usadas em diferentes posições.

Outra sacada bacana foi empilhar vários livros mais grossos, formando uma espécie de mesinha de apoio ao lado da poltrona.

sala moderna em apartamento de madri

Nos janelões foram usadas cortinas claras e leves, que permitem a entrada de mais luz e ventilação natural.

Sala de jantar se transforma em escritório e biblioteca

A sala de jantar ganhou um ar moderninho com cadeiras estofadas em tecido listrado preto e branco. Já o espaço da parede foi aproveitado para a instalação de uma prateleira, que abriga os livros da casa. A mesa de jantar também pode ser usada como mesa de escritório.

Área de circulação entre sala de jantar e de estar

Por trás das duas salas há uma área de circulação que leva para o quarto e a cozinha. O espaço ganhou um charme a mais com o tapete com estampa zebrada (super combina com as mesinhas vermelhas da sala de estar e com as cadeiras forradas da sala de jantar), uma escultura e um aparador embutido que pode esconder livros, louças e outras coisas da casa.

Apartamento pequeno e bem aproveitado com projeto moderno

O armário de madeira também pode abrigar louças, prataria e objetos de menor uso.

A passagem para a cozinha é feita por um portal bem amplo, com uma porta de correr para isolar o ambiente. Cada espacinho do cômodo é aproveitado com armários, gavetas e prateleiras. O fogão e o forno são embutidos para o melhor aproveitamento da área. Repare que a janela da cozinha a torna mais iluminada e arejada.

fogão e forno foram embutidos para aproveitar melhor espaço da cozinha

Na suíte, os espaços também são aproveitados ao máximo. A parede ganhou uma prateleira para livros e um espelho grande foi apoiado entre o dormitório e o banheiro.

Quarto pequeno e bem aproveitado com prateleiras e espelho na passagem entre dormitório e banheiro

suíte pequena ganhou espelho para ampliar espaço

Gostou das soluções? Então compartilha com os amigos!

Fotos daqui

Duplex moderno com boa iluminação natural

A gente adora ver um projeto feito sob medida, sofisticado e de bom gosto. Esse duplex de Pinheiros, que está à venda, une várias características bacanas sobre as quais já falamos aqui.

Fruto de uma junção de dois apartamentos, ele tem 115 m2 e um aproveitamento bacana de espaços. Além disso usa cores super em alta como preto, cinza e roxo, e tem uma cozinha americana deliciosa para receber os amigos. Outro coringa é a luminosidade natural associada a um bom projeto de iluminação.

Chão e paredes brancas, móveis modernos e cozinha americana

Cortinas translúcidas garantem privacidade sem abrir mão da luz natural que entra pelos janelões. O material esvoaçante traz leveza ao ambiente.

As paredes e o chão claros, junto com as cortinas e as janelas grandes, ampliam o principal espaço da casa, dividido em sala de jantar e home theater. Na decoração foram usados poucos móveis e objetos, o que deixa o espaço mais clean e amplo.

Repare nos bancos de acrílico junto ao balcão da cozinha americana: são extremamente úteis para receber amigos e, por serem transparentes, quase não fazem volume.

Bar e bancos de acrílico em balcão de cozinha americana

Geladeira e fogão em aço inox fazem contraste moderno com balcão preto e paredes brancas. As luminárias seguem o material dos eletrodomésticos, ajudando a integrar os ambientes.

Uma ilha de cor preta separa a cozinha da sala de jantar. Os pontos de luz em cima do balcão e o tampo de mármore facilitariam a execução de tarefas básicas, como corte de legumes, verduras, frutas e carnes, não fosse o nível um pouco alto da bancada, que deve funcionar como um balcão.

Escadas com degraus de vidro

Home Theater visto da cozinha: combinação de muito branco, cinza, preto e roxo

O home theater combinou cores neutras, como branco, preto e cinza, com o toque sutil de roxo, que alegrou o ambiente. Destaque para os degraus de vidro que levam ao segundo andar do apartamento. Ficaram supermodernos e a transparência ajuda a ampliar ainda mais o ambiente!

Em cima da mesa de jantar, o teto de vidro cria uma comunicação visual com o andar superior – a suíte super charmosa.

claraboia permite iluminação natural para a prateleira com livros

Piso de vidro permite a utilização do espaço e aumenta a luminosidade nos dois andares

Uma estante deixa os livros à mostra e ainda dá movimento a uma parede com seu desenho irregular, apesar de simétrico.

Çama branca, chão de madeira, mesa de cabeceira e escritório

Cabeceira de madeira mais baixa divide dormitório do escritório

Banheira de hidromassagem em deck de madeira

Banheira fica sobre deck de madeira, em área que funciona como extensão do quarto

Se interessou?

115m2 em Pinheiros, com toda a mobília e duas vagas

Prédio com lazer: academia, piscina, duas churrasqueiras e salão de festas

VENDA: R$1.290.000,00

COND: R$766,00

IPTU: R$1.954,00/ ano

INFO: casadaidea[arroba]gmail.com

Curso de decoração – parte VI

Para arrematar o nosso curso de decoração, que já ensinou a listar as funcionalidades de cada ambienteas sensações que eles vão transmitir, a construir conceitos, definir materiais, texturas e cores, e a colocar tudo na planta, hoje vou falar de quebrar regras. Sim, quebrar regras é a única regra.

Regras de decoração

A cor ideal para um quarto, a proporção milimetricamente calculada entre mesa de jantar e luminária, o comprimento correto da cortina e o tipo de iluminação que se usa hoje em dia – todos vão te levar ao lugar comum. A chance de você acabar em um ambiente sem graça, com cara de apartamento decorado de lançamento imobiliário é enorme. Lindo, mas sem a sua alma, sem a sua cara, tedioso e previsível. O que nunca sai de moda é ser autêntico.

Minhas dicas para não cair na armadilha da casa padronizada e dar personalidade ao seu ambiente:

1 – Não tenha medo de ser brega. TODO MUNDO tem alguma coisa de gosto meio duvidoso em casa. Nem que seja porque tudo é perfeitinho demais. O que, cá entre nós, é bem brega. Sabe aquela lembrancinha de Porto Seguro que você ganhou da tia avó que você adora? Ou o bonequinho do Mestre Yoda que seu marido acha o máximo e quer colocar na sala? Seu sonho é uma cortina de veludo cheia de pompas e bordados, toda luxuosa, que nem de um castelo francês? Seja o que for, se isso vai te trazer boas sensações, não se acanhe. Uma pitada de mau gosto (existe isso?) traz humor e personalidade ao ambiente. De repente você ainda lança tendência 😉

decoração brega

Não esconda seu lado baranga. Se alguém perguntar, você fala que é um toque kitsch!

2 – Tenha a casa organizada no ponto certo – o seu ponto. Bagunceiro sem salvação? Assuma. Uma ou outra coisa fora do lugar não vai matar ninguém, e quem é bagunceiro sabe: é um pouco de desordem que te faz se sentir em casa. Obcecado por arrumação? Tenha armários e gavetas suficientes para guardar tudo, inclusive a correspondência do dia e as chaves do carro. Tem criança que brinca na sala? Deixe um cantinho com os brinquedos dela ou faça com que eles participem da decoração, mesmo.

como guardar brinquedos na decoração

Bichos de pelúcia podem complementar a decoração com cor e diversão. Outros brinquedos podem ser guardados numa caixa bonita como esta vazada, na mesinha lateral.

3 – Espalhe um pouco de você pela casa. Fotos ou objetos trazidos de viagens inesquecíveis, imagens religiosas que signifiquem algo para você, frases que realmente te inspirem, livros que te lembram aprendizados importantes para o seu dia a dia, sua cor preferida, um aroma que te agrade.

objetos de viagens

Lembranças de viagens e detalhes na decoração do home office da Helô.

4 – Não tenha medo de enjoar de nada. Se você sempre quis uma parede amarelona, não vá para o amarelinho pálido porque você acha que vai se cansar da cor forte. Não tem essa. Primeiro que, se você gosta da cor, não vai se cansar dela. E, se cansar, é só pintar de novo. Fácil e barato. Sofás se revitalizam com novas almofadas ou uma manta. Tapetes e quadros mudam de ambientes, cadeira pode ser pintada de novo. Nada precisa ser eterno e você não tem que se cobrar por isso. A nossa casa deve refletir quem nós somos. E quem é igual todo dia?

parede pink

Enjoou? Pinta de branco, troca as capas das almofadas e você tem uma sala toda nova.

E você, qual regras já quebrou? Conta pra todo mundo se inspirar e perder o medo de ousar 🙂

Imagens: 1 | 2 | 3 | 4

O segredo de uma boa decoração – parte IV

O mais difícil que é construir o conceito já foi. Agora você agarra nele e não solta! Se você ainda não encontrou uma foto ou imagem para traduzir o seu conceito, agora pode ser uma boa ideia. Ou um filme, uma música, algo mais concreto. Eu sou visual e preciso de fotos, mas você vai descobrir como criar sua âncora para não fugir da sua proposta.

O objetivo agora é desdobrar o conceito em decisões mais concretas sobre a decoração. O partido é o conjunto de características que o ambiente terá: cores, materiais, formatos, luz, texturas e até cheiro e som. Você pode simplesmente listá-las, mas algumas pessoas gostam de montar um moodboard para ajudar.

ideias para decorar a casa

1. Este é um exemplo de moodboard. Os tons de roxo e cinza brincam com o branco total reforçado por iluminação natural,  aspecto clean, tecidos agradáveis ao toque, poucos adornos e acessórios.

Um moodboard é um painel de inspiração. A tradução literal seria um quadro de humor ou “clima”, algumas pessoas no Brasil chamam de painel semântico. Você pode fazer em um quadro de cortiça ou em uma cartolina, com recortes de revistas, amostras de tecidos e materiais. Mas existem ferramentas na internet que te ajudam a fazer um painel virtual (veja no fim deste post).

inspiração rural

2. Um painel com inspirações no mundo rural – madeira rústica, pedras, plantas, um animal de pele bem quentinha, cores terrosas, portas e janelas pintadas de branco, placas. O painel me transmite uma sensação de curtir um friozinho no campo, com um cobertor bem fofinho, numa casa de pedra e madeira. E para você?

O moodboard não precisa ficar bonito, a ideia é que ele transmita o clima e as sensações que você quer alcançar no seu ambiente, que ele te guie e facilite o direcionamento de suas ideias. Se alguma coisa parecer fora de lugar (uma cor, uma textura ou estampa) é nessa hora que você consegue perceber e priorizar, mudar o plano, refinar o partido. E é observando o moodboard que você pode descobrir que quer um tapete de couro ou uma cortina de seda, por exemplo.

painel de ideias para decoração

3. Este é um moodboard físico, com amostras de tecidos e materiais, recortes de revista, rascunho de uma planta baixa, um cartão postal. Qualquer objeto ou imagem podem entrar, não se prenda ao óbvio.

O processo de construção do moodboard é mais importante que o resultado final. Isso significa que ele é dinâmico e deve ser uma ferramenta para te ajudar a pensar, imaginar, criar. Tem que ser uma etapa gostosa de se fazer.

O único cuidado que sugiro tomar é não tentar começar já a fazer o projeto, escolher os móveis e detalhes sem amadurecer bem o partido antes. É hora de pensar em:

Cores – poucas, muitas, só duas, tudo brancão? Cores harmônicas, contrastantes, toque sutis de cores vivas ou tudo super colorido? Lembre que branco e bege também devem ser consideradas aqui.

inspiração de cores para decoração

4. Sua paleta de cores pode surgir da imagem que você escolheu para ilustrar o seu conceito, do seu moodboard ou da sua cabeça, mesmo.

Recomendo muito o site Design Seeds para encontrar inspirações de paletas de cores. Se a foto te transmite a sensação que você procura, verifique a paleta que a autora preparou, é batata!

Materiais – que tipo de material transmite o que você pretende? Lembre-se de pensar nas sensações, nas memórias e referências que você elaborou, “aconchegante” aqui pode ser insuficiente. Que tipo de tecido, fibra, madeira, metal ou vidro conseguem replicar essas sensações? Ou quais as afastam e devem ser evitados?

Texturas – brilho, fosco, rústico? Toque suave ou áspero? Sobreposições, misturas de estampas, tipos de acabamentos de madeira (pátina, laca, de demolição…), metal (cromado, escovado, fundido…) e pintura (brilho, semi-brilho, fosca, texturizada…) entram aqui. Cada textura transmite mensagens e sensações diferentes.

ideias para decoração de natal

5. Cores, estampas, materiais, palavras e objetos inspiram uma decoração de Natal

Formas – linhas retas, orgânicas, padrões geométricos? Sim, essa definição é importante para transmitir seu recado. Veja um post sobre o assunto AQUI.

Luz – direta, indireta, natural, filtrada, branca, amarela ou colorida? Mil possibilidades que mudam totalmente o clima. Mas ainda não precisa escolher a luminária, tá?

Outras particularidades – tamanhos, proporções, repetições, simetria, algum ponto focal que já esteja definido – seu quadro favorito, um tapete super especial, um sofá pink…

Alguns profissionais de design usam o moodboard para ajudar na construção do conceito, mas não é regra. Para quem nunca fez isso antes, sugiro amadurecer bem a intenção do conceito e só depois partir para o “como” chegar lá. Se no meio do caminho você perceber que o conceito pode ser melhorado, é só voltar um passo e rever. Lembre-se: não tem “pode” e “não pode”, é do SEU jeito.

Recomendo algumas ferramentas para fazer moodboards pela internet: PinterestMy DecoImgSpark, você conhece mais alguma bacana? Compartilhe com a gente. E aproveite para visitar a seleção de moodboards que eu fiz no Pinterest 🙂

Continua…

Imagens: 1, 2, 3, 4, 5

Página nova: Cortinas!

Pessoal, novidade no blog!

Como tenho recebido muitas perguntas sobre cortinas, resolvi juntar todo o conteúdo específico sobre o assunto já publicado em uma página, para fácil referência.

azul e marrom

Tudo sobre cortinas

Se você é novo por aqui, vale a pena ir dar uma passeada para aprender um pouquinho, e se você já está há muito tempo também vale para dizer o que achou 😉

Boa leitura!

Aprendendo com hotéis – Jequitimar

Este fim de semana fiquei hospedada no Jequitimar (Guarujá) para um evento e tirei umas fotinhos para vocês.

blecaute e cortina

A cortina, super leve e transparente, deixa a luz passar e não atrapalha a vista maravilhosa para o mar. Mas, na hora de dormir, o blecaute rolô que estava escondido no cortineiro faz seu papel. Desta forma, o blecaute fica encaixado perfeitamente na janela, sem deixar passar aqueles fios de luz indesejados, mas não atrapalha o visual vaporoso da cortina pois pode ficar totalmente escondido dentro do cortineiro enquanto não é necessário.

iluminacao no interior de armario

Uma lâmpada T5, que é bem fininha e não esquenta, fica embutida no forro do armário, trazendo bastante luminosidade distribuída uniformemente por todo o armário.

rack de televisão, dvd e home theater

Um painel organiza a TV, o DVD e um revisteiro. A prateleira do DVD, retrátil, permite economizar espaço quando ele não está em uso. A profundidade do móvel foi aproveitada para embutir uma iluminação indireta, agradável para assistir TV.

Os hotéis têm que encontrar soluções que sejam de uso intuitivo pelo hóspede, resistentes, de fácil manutenção e que, acima de tudo, funcionem! Por isso eu sempre dou uma passeada atenta por qualquer hotel que eu entro para aprender alguma coisa. Gostou das dicas?

Decoração com Color Block

Agora que o Color Block está em todos os lugares, todo mundo se rendendo ou tentando tomar coragem para usar uma saia roxa com uma blusa amarela, eu venho de mansinho pra mostrar que Color Block também tem tudo a ver com decoração. E ninguém vai ficar te olhando na rua e te deixar insegura 😉

O Color Block é o uso de cores em bloco em uma mesma composição, geralmente cores bem vibrantes.

Para ousar com menos medo, é bom relembrar o círculo cromático e a teoria das cores, que falamos AQUI, para saber os contrastes mais fortes, as combinações mais harmônicas, etc. Vai lá que eu te espero 😉

Só cores primárias: vermelho, azul e amarela

Totalmente Miró, a combinação é moderna e alegre.

cor de cortina

1. Tem uma sala toda neutrinha e não quer mudar o estofado? Cortina em várias peças de cores diferentes, de um tecido leve e transparente, transmitem muita alegria sem pesar o ambiente. De um lado as cores primárias: azul, amarelo e vermelho, e o branco separa as secundárias: laranja e verde.

sala azul

2. Só cores primárias, uma tríade de contrastes perfeitos, super Miró. As linhas retas e modernas arrematam o ambiente com sofisticação.

3. Mais simples ainda é pintar duas paredes, cansou é só pintar de outra cor depois. O amarelo super vibrante se equilibra com o azul mais tranquilo, o resultado é uma sala cheia de vida.

4. O lavabo é um ótimo lugar para brincar com cores e não enjoar!

Super contrastes

decoracao roxo

5. Quem acompanha o blog há mais tempo já conhece esta foto. O contraste entre cores complementares é o maior de todos, uma combinação que sempre dá certo.

parede amarela, sofa vermelho

6. O sofá vermelho sozinho fica aconchegante, com as cadeiras verdes (cor complementar do vermelho) já dá uma levantada no astral, com a parede amarela, então, é só alegria.

parede azul, mesa saarinen branca, cadeiras eames laranja

7. Azul e laranja são complementares também, um contraste lindo. A suavidade do azul manteve a sala de jantar mais aconchegante, sem abrir mão de cores contrastantes..

sofa vermelho poltrona laranja

8. Cores próximas, como o vermelho e o laranja, transmitem sensações parecidas e minimizam o contraste entre si.

sofa branco moderno

9. Tons de roxo, lilás e rosa enchem de cor e, ao mesmo tempo, deixam tudo bem tranquilo. Está sem paciência de pintar paredes e não quer investir muito? Almofadas e pufes numa sala neutram também fazem um bom efeito!

Imagens: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9

Roxo na decoração – parte 2

No post passado mostrei como o roxo, em diferentes tons e texturas, pode trazer climas bem distintos aos ambientes. Mas foi um post mais cauteloso, de pequenos toques de cor, de pouca ousadia, usando o roxo apenas com o branco ou o cinza, tudo bem neutro. Hoje a ideia é justamente fazer o oposto: mostrar como o roxo pode combinar com tudo e usar ou não outras cores em conjunto só vai depender do conceito do seu projeto.

cores analogas e complementar ao roxo

O roxo é a mistura de azul e vermelho, portanto estas são as suas cores mais próximas e que ficam mais harmônicas ao seu lado.

Relembrando o círculo cromático, é fácil perceber que as cores vizinhas, ou análogas, são o vermelho e o azul. A mistura com cores análogas é bem intuitiva e tende a ser harmônica, sutil, sem muito contraste para assustar. O azul reforça a frieza do roxo, enquanto o vermelho vai puxar para mais energia no ambiente. É uma boa forma de tirar o roxo de cima do muro 😉

Já o amarelo é a cor mais distante, por isso de maior contraste com o roxo, é a sua cor complementar. As duas cores juntas são marcantes, chamam a atenção e têm potencial para fazer coisas lindas.

cores na decoracao

Mas lembre-se que existem infinitos tons (ou matizes) para cada cor. O roxo pode ser lilás, violeta, vinho... o vermelho passeia pelo rosa, tijolo e até marrons... o azul pode ser turquesa, marinho, royal... e por aí vai.

Então vamos ver exemplos de como ficam essas combinações.

parede violeta de quarto

1. A parede violeta é suave e o biombo florido, que funciona como cabeceira da cama, reforça a delicadeza. Mas o azul escuro, no piso e na colcha, bota ordem na casa e não deixa o quarto ficar feminino demais. Faça um teste e tampe a metade de baixo da foto, depois tampe a metade de cima. Sensações diferentes, né? E o conjunto das duas metades traz um meio termo interessante.

sala azul e roxa

2. O sofá tinha tudo para ser frio - a cor e o brilho. Mas as almofadas em tons de roxo e com texturas quentinhas dão uma quebradinha e animam a sala. Olhe o amarelo aí no meio, formando uma combinação tríade - duas cores análogas e uma complementar. Ele dá uma quebradinha na harmonia das cores análogas e traz alegria. Tampe a almofada amarela e veja a diferença.

parede roxa e teto azul

3. Esse tom de roxo é uma cor que, na nossa cultura, remete à morte. Não sei você, mas essa meia luz, o ambiente formal e cheio de roxo me dão a sensação de estar um jantar fúnebre. O azul não ajuda a quebrar esse clima, só reforça a formalidade e o peso do ambiente. O xadrez amarelinho das cadeiras até tenta, mas não é suficiente...

sala azul e roxa

4. Mas parede e teto em azul e roxo não vão ser fúnebres sempre. Olha que sala alegre. Tons mais suaves, iluminação natural, estampas divertidas, fibras naturais e madeira - um clima de fazenda moderninha, né? A escolha do vermelho e do rosa para os objetos e móveis deixa tudo super colorido mas ainda no aconchego de cores próximas, sem muito stress.

sala roxa azul e rosa

5. Adoro esta sala de jantar. As cadeiras são de cores diferentes mas conversam entre si, os tons são próximos e deixam tudo coerente, bem resolvido. O branco alivia os tons escuros e deixa tudo mais leve, mas a cor continua distribuída verticalmente através da cortina. E a luminária, apesar de bonita, não interfere no jogo de cores e fica discreta. Tudo muito elegante e delicado. E roxo.

Se você gosta da combinação de azul com roxo, tem um post (um dos meus prediletos aqui do blog) que fala mais disso e tem outras fotos fantásticas: Azul Avatar.

hotel grego

6. No post anterior vocês viram um outro ângulo deste ambiente - olha a cama violeta ao fundo. Agora os toques de pink e vinho mostram que entramos em um outro ambiente mas ainda mantém a mesma linguagem.

parede rosa e janela roxa

7. Olha que combinação poderosa. Pink e roxo. Uma fachada marcante, alegre e feminina.

parede cinza na sala

8. Tons mais acinzentados deixam a sala mais clássica. O tapete violeta dá destaque aos móveis de cores neutras e as almofadas em rosa e amarelo distribuem um pouco o olhar.

tapete roxo e marrom

9. Mas um sofá roxo tem seu lugar. Pesadão, ele foi diluído na parede rosa e no tapete violeta e marrom. A almofada pink deixa um toque interessante que reforça o lado quente do roxo.

lavabo com parede colorida

10. Uma parede super criativa para o lavabo: tons de roxo, rosa, azul e amarelo. Inesperado, não?

Se você gosta de roxo com amarelo, tem um post só dessa combinação AQUI. Mas ninguém falou que só podemos ficar passeando entre o vermelho e azul, e adicionando pitadas de amarelo, hein? O verde e o laranja também dão show com roxo.

quarto feminino em lilas rosa e verde

11. Um quarto super feminino, com parede lilás e colcha rosa. O tapete florido em tons de rosa e verde abraça o criado mudo e a cadeira de acrílico verdes. Se alguém te fala que viu um quarto roxo, rosa e verde você vai logo imaginar um circo, né? Mas olha como pode ficar gostosinho.

sofa lilas com almofadas rosa e laranja

12. Uma sala toda lilás com toques de azul, rosa e laranja. O contraste do roxo com o laranja é menos intenso que com o amarelo. Além disso, o laranja também tem o vermelho na sua composição, "esquentando" um pouco o visual.

parede listrada

13. Há! Falei que este post era pra ir um pouco além e ser mais ousado. Eu não conseguiria dormir neste quarto, e acho que no segundo dia já ia querer dar um tiro na cabeça. Mas imagine esta composição em uma brinquedoteca ou na entrada de uma academia de ginástica, quem sabe numa discoteca. Eu adoro a coerência das linhas em todas as direções: parede, teto e piso. E as cores vivas e brilhantes são lindas.

sala colorida e estampada

14. Mas dá para ser ousado sem apelar, olha como o uso de uma estampa moderna e colorida integra uma parede roxa, uma azul, um sofá laranja e um azul.

O que tem de roxo na sua casa? Quero ver…

Imagens: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14