Objeto #4: Meu banquinho Bubu

Imagem

Nem acredito que estou na quarta semana do projeto 52 Objetos 🙂

E já que na semana passada falei da minha poltrona de amamentação, resolvi já falar da minha mesinha de apoio.

mesinha lateral iluminadaE agora um pedido: o Casa da Id&a está concorrendo ao Top Blog 2012, um prêmio importante para nos dar uma força a continuar trazendo novidades bacanas sempre. No ano passado ficamos nos Top 30 da categoria e em 2012 conto com a ajuda de vocês para mudar de patamar. Você pode votar com seu perfil do Facebook, com seu Twitter e com todas suas contas de e-mail. Depois compartilha com os amigos e vamos dominar o mundo! Vota aqui, corre!

Objeto #3 – Minha poltrona de amamentação :)

Imagem

Como amanhã é feriado (e tem post especial), adiantei meu objeto pra hoje, tá? Mas pra amanhã tem um super bacana saindo do forno!

poltrona egg vermelha com banqueta

Para saber mais sobre designer desta poltrona: Arne Jacobsen

E, para não perder o costume, o Casa da Id&a está concorrendo ao prêmio Top Blog 2012, corre lá pra votar!

Curvas e fluidez em parque temático da Porsche

A nossa colaboradora Débora Foresti está de olho em tudo de bacana que rola lá na Europa. Dessa vez, ela trouxe pra gente os detalhes de um parque temático feito pelo escritório alemão Henn, e que abriga alguns carros da marca Porsche.

Por Débora Foresti

O escritório de arquitetura alemão Henn criou esse pavilhão de linhas simples e orgânicas. Com seu telhado de aço curvo, a construção abriga alguns carros da marca Porsche, no parque temático Autostadt em Wolfsburg, na Alemanha.

parque temático Autostadt, com carros da Porsche, na Alemanha

A beleza desse projeto é inegável. Sua estrutura, em um balanço de 25 metros sobre o “rio” que serpenteia o parque é, sem dúvida alguma, impressionante! Suas linhas curvas e suas dobras estimulantes tornam o pavilhão uma escultura dinâmica, com formas derivadas da imagem da marca Porsche.

Pavilhão da Porsche, construído pelo escritório alemão de arquitetura Henn

Estrutura de 25 metros margeia rio do parque Autostadt, na Alemanha

Do modo que foi projetada pelo escritório Henn, a estrutura captura o fluxo dinâmico do ato de dirigir, e o olhar do visitante acompanha cada curva em looping infinito. O revestimento, em aço inoxidável, forma o envelope vibrante do prédio dando a impressão de uma unidade homogênea. Mas também cria uma aparência de constante mudança por refletir as condições do clima e da luz ao seu redor.

 Estrutura foi projetada pelo escritório Henn

Embaixo da estrutura em balanço, forma-se um espaço externo coberto que é visualmente conectado à paisagem circundante. Ao mesmo tempo, compõe sua própria caixa acústica e tem capacidade para algumas centenas de convidados.

parque temático Autostadt, com carros da Porsche, na Alemanha, foi projetado pelo escritório Henn

Arquitetura e paisagem, interior e exterior, bem como telhado e fachada são reunidos pelo escritório Henn no seu conceito arquitetônico de um espaço contínuo, fluido e coerente.

 Parque temático Autostadt, na Alemanha

Similar às tecnologias usadas para estruturas leves nas indústrias automotiva e aeroespacial, o envelope do edifício forma um invólucro espacial que atua, ao mesmo tempo, como suporte estrutural.

No total, 620 folhas de papel de revestimento em aço inoxidável com nervuras soldadas foram pré-fabricadas em outra cidade e montadas no local. Dentro do pavilhão, o espaço se abre e permite ao visitante experimentar os carros da marca Porsche e conhecer sua história, deixando de lado restrições e limites convencionais.

A rampa elíptica abraça o princípio dinâmico da arquitetura e leva o visitante às áreas mais baixas do palco de exibições.

parque temático Autostadt, na cidade de Wolfsburg

Curtiu? Vai lá e prestigia o blog da Débora!

Fotos: 1,2,3,4,5,6 e 7

Brinque com móveis multifuncionais e ganhe espaço

Dando continuidade à nossa série de posts sobre apartamentos pequenos, vamos falar hoje de móveis multifuncionais, que economizam espaço e deixam a casa mais criativa. Essa tendência é tão forte que já existem no mundo algumas lojas especializadas nesse tipo de design, como é o caso da Resource Furniture, em Nova York.

Ali você encontra de tudo. Que tal, por exemplo, essa mesa de centro que vira mesa de jantar? Ideal para ambientes menores, onde apenas raramente o dono recebe convidados para uma ocasião mais formal ou para uma refeição à mesa.

mesa de centro multifuncional

Além de linda, parece bem fácil de montar!

Outra solução superprática, especialmente para quem mora em um loft ou um conjugado, é essa cama de casal que pode ser facilmente embutida à parede, transformando-se num sofá. O importante nesse tipo de móvel é que a  montagem seja fácil e que você não precise recorrer à ajuda de ninguém.

sofá se tranforma em cama de casal e pode ser embutido na parede

Nesse exemplo, basta levantar a cama em direção à parede, que uma outra peça, que servirá como assento do sofá, descerá para acomodar as visitas.

E o que dizer desse escritório que também se transforma em cama? É ideal para quem tem um quarto de visitas reversível. É só baixar e levantar a cama. O bom é que o suporte que serve de mesa é apenas erguido, sem que precise ser retirado, de forma que todos os objetos de uso permanecem ali.

Mesa de escritório se transforma em cama e economiza espaço

mesa de escritório, no quarto de visitas, pode se tranformar em cama

Pra quem tem um bebê em casa, nada de desperdiçar o berço. Veja esse modelo: ele se transforma tanto em mesa para atividades da criança, quando ela cresce, quanto em uma linda opção para o escritório.

berço se transforma em mesa

móveis multifuncionais e criativos como berço que se transforma em mesa

Outro ponto importante em espaços pequenos é dar fim à bagunça. Que tal essa mesa de centro para esconder os controles da TV, do DVD e etc?

Mesa de centro da sala tem esconderijo para controle remoto

Pra quem curte tomar o café da manhã na cama, tem essa mesa de cabeceira com uma bandeja embutida. Achamos um luxo!

Bandeja sai da mesa de cabeceira ou do criado mudo da cama

Lembra que a gente já andou falando aqui sobre oito dicas para decorar pequenos espaços e sobre soluções criativas para criar mais espaço em casa!

E você, tem algum móvel multifuncional em casa? Conta pra gente!

Fotos: 1,2,3 e 4, 5 e 6, 7 e 8

SP será invadida por eventos de artes, decor, arquitetura e design

São Paulo é uma cidade cosmopolita e disso todo mundo já sabe. A novidade é que ela vai parar entre 23 a 26 de agosto, com um evento que promete mobilizar os melhores nomes do design, da arte, da decoração, da arquitetura e do urbanismo.

É quando acontece o Design Weekend, um evento que vai oferecer oficinas, debates, intervenções artísticas, exposições, shows, entre outras atividades, muitas delas gratuitas.

Evento reunirá oficinas, mostras e palestras de 23 a 26 de agosto em São Paulo

Peças do inglês Tom Price, que será homenageado no Design Boom

A principal delas, imperdível para quem está ligado a essas áreas, é o Design Boom, com palestras, workshops e exposições com profissionais consagrados. Entre eles estão o designer inglês Tom Price, que será homenageado, e outros nomes como Valérie Ciriadès, Gaspar Libeskindy, Guto Índio da Costa, Notus Design, entre outros.

Os encontros acontecem no Centro Universitário Belas Artes de SP das 14h às 18h30 do dia 22, e nos dias 23 e 24 no shopping D&D, das 9h às 18h30. As entradas para todo o fórum custam R$ 400, ou R$ 200 para estudantes.

Mas além dessas oficinas ocorrem também outras coisas superbacanas e gratuitas durante o Design Weekend, e a gente separou algumas sugestões aqui pra você.

Ateliês e galerias da Vila Madalena – Geralmente elas só atendem com hora marcada, mas durante o Design Weekend, as portas estarão abertas para o público.

Galerias ficarão abertas durante o Design Weekend

Obra Paineira de 5m de altura é de autoria do artista Paulo Bordhin

Contain [it] – A empresa que transforma contêineres de transporte usados em novos espaços convidou os designers do Superlimão Studio, do Nada Se Leva, Camila Sarpi, Thomaz Bondioli e Diana Albuquerque para desenhar luminárias, cadeiras, mesas e vasos para um ambiente. Vai ser gratuito, na praça Victor Civita –  r. Sumidouro, 580. De 23 a 26 de agosto, das 10h às 19h

Instantes do Morar – A editora da revista Casa Claudia escolheu peças de destaque na decoração entre as lojas do D&D. Durante o DW!, os visitantes que estiverem no D&D podem passear pelas lojas e conferir as estrelas desse circuito

Caça ao Tesouro Montenapoleone – Formado pelas empresas Montenapoleone, Poltrona Frau, Cassina, Kartell e Bang & Olufsen, o grupo idealizou uma caça ao tesouro aberta ao público no circuito de suas lojas. Para participar, é preciso se cadastrar em um dos endereços. Ganha duas peças quem cumprir as tarefas mais rapidamente. O jogo começa na Montenapoleone e vale do primeiro dia, 23 de agosto, até que os prêmio sejam encontrados. Detalhes aqui.

Teatro de Sombras – O espetáculo Teatro de Sombras é realizado em todo o prédio da Escola da Cidade – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. A atração combina música e projeções que criam um teatro de sombras no edifício. Será no dia 24 de agosto, às 21h, na rua General Jardim, 65.

Idea/Brasil – A Associação Objeto Brasil, que promove o design brasileiro no país e no exterior, organiza a mostra IDEA/Brasil 2012, reunindo 111 produtos de designers de 20 categorias. Será no edifício Conjunto Nacional, de 23 a 26 de agosto, das 9h às 21h30, com entrada gratuita

Todeschini FYB – O artista Reynaldo Berto apresenta pinturas a óleo em homenagem à artista Frida Kahlo. Além das telas, ele assina cadeiras, almofadas e objetos com impressões de suas obras na Todeschini FYB, marca de mobiliário residencial e corporativo. A loja recebe visitantes para um coquetel mexicano nos dias 23 e 24 de agosto. Av. Bandeirantes, 1.699. De 23 a 24 de agosto, das 9h às 20h, com coquetel das 18h às 19h. De 25 a 26 de agosto, das 12h às 18h. Entrada gratuita.

Ele também assina cadeiras, almofadas e objetos com impressões de suas obras na loja, que oferecerá coquetel com o tema México

Reynaldo Berto mostra telas em óleo em homenagem à artista Frida Kahlo

Oficina sobre quartos – A loja Q&E promove bate-papos entre profissionais e o público. A designer Suzana Schermann fala sobre quartos de campo e praia no dia 23 de agosto, a arquiteta de interiores Silvana Lara Nogueira trata de ambientes infantis e para adolescentes no dia 24 e a jornalista Thereza Dantas aborda sobre ambientes urbanos no dia 25 de agosto. Na Gabriel Monteiro da Silva, 1742. @3 e 24 de agosto, das 10h às 19h. 25 de agosto, das 10h às 14h. Entrada gratuita

Fazenda do Morumbi – Em homenagem aos 90 anos da Semana de Arte Moderna de 22, a Academia Latino-Americana de Arte apresenta uma exposição com obras de Di Cavalcanti, Tarsila do Amaral, Anina Malfatti e Rego Monteiro. A academia selecionou ainda 30 obras de arte contemporânea, entre pinturas, esculturas, desenhos e fotografias, de artistas que representam 12 estados brasileiros. Endereço: Casa da Fazenda do Morumbi – Av. Morumbi, 5594. Dias 23 e 24 de agosto, das 11h às 23h. Dias 25 e 26 de agosto, das 11h às 21h. Entrada gratuita

Vamos lá?

A programação completa está aqui…

8 Dicas para Decorar Apartamentos Pequenos

Estou com um projeto de um apartamento pequeno e, sim, é um trabalho bem desafiador. Todo mundo precisa de lugar para guardar panelas, mas também quer receber os amigos confortavelmente na sala. É um jogo de prioridades e a busca do equilíbrio entre estética e função é infinita. Mas é a realidade de muita gente e, cada vez mais, os imóveis ficam mais e mais espremidinhos. Hoje passo algumas dicas para quem vive esse sufoco. Mas, ressalva mais importante que o post, nada aqui é regra e isoladamente nada disso vai resolver todos os seus problemas, tá?

1. Encare os fatos: você não pode ter TUDO.

Faça uma lista bem completa das funcionalidades de cada ambiente (dicas AQUI) e defina prioridades. São escolhas difíceis, mas só você pode dizer o que é mais importante. Se você gosta de receber amigos aos montes e frequentemente, vale a pena abrir mão de armários para acomodá-los mais confortavelmente? Você precisa de tanta roupa de cama assim? Já tem sapatos que não usa mais? Hora de priorizar 😉

closet rosa

1. Seu sonho de consumo é um closet enorme com seus sapatos expostos? Topa abrir mão de um quarto da casa pra isso?

2. Pense fora da caixa: dê diferentes usos aos mesmos móveis.

Sua mesa de jantar pode funcionar como seu escritório, o sofá pode substituir algumas cadeiras e tchanan! Você tem uma sala de jantar, estar e home-office, tudo no mesmo ambiente.

mesa redonda na cozinha

2. Uma mesinha redonda com poltronas confortáveis é uma excelente pedida para receber amigos mais íntimos, na cozinha, mesmo.

Tem mais posts de dicas de como usar sofás na sala de jantar AQUI e na cozinha AQUI.

3. Pense verticalmente: use toda a altura das paredes e, por que não o teto, como espaço disponível.

Muitas vezes enchemos a sala de aparadores e deixamos a parede sobre ele vazia. Use prateleiras, nichos, aproveite o espaço das quinas, ao lado das janelas, tudo. Inclusive embaixo da cama, da pia, da bancada, da escada, atrás de portas.

soluções para banheiros pequenos

3. Não tem gavetas para maquiagem ou para os apetrechos de fazer a barba? Joga na parede que gruda. Olha que ideia fantástica do blog Laura Thoughts: fazer um painel magnético. Veja como fazer no link, ao final do post.

armazenar roupa suja

4. Será que precisa, mesmo, ter um cesto enorme de roupas sujas? Um saco bonitinho atrás da porta e você usa aquele espaço pra outra coisa.

4. Espaço vazio também é útil: entulhar móveis enormes e mil armários vão te tirar espaço de circulação.

chaise e poltrona

5. Nem só de grandes sofás se faz uma sala de estar. Uma chaise, poltronas e cadeiras compõem um ambiente gostoso e mais livre.

Não tem nada pior do que ter que se desviar quinze vezes ao dia daquela pontinha do sofá que ficou um pouquinho pra fora. Basta um dia que você esteja com mais sono ou de TPM pra você dar aquele chute com o seu dedo mindinho na quina do móvel, sabe? O que me faz pensar na próxima dica.

5. Evite quinas: circulação vem de círculo, não de quadrado.

Quando você desenhar sua planta baixa, pegue um lápis e simule os caminhos que você vai fazer dentro da casa – do cama para o banheiro, da cozinha para o quarto, da porta de entrada até a sala, etc. Busque sempre a menor distância possível entre dois pontos, você vai ver que formas redondas vão atrapalhar menos o caminho do que quadradas do mesmo tamanho.

6. Evite criar corredores: eles só servem para ocupar espaço.

Corredores são espaços perdidos. Integre ambientes sem impor um caminho fixo para caminhar entre eles, dê liberdade de movimento. Além de ser mais agradável ao olhar, é mais agradável ao andar. Mas se a planta do imóvel tem um corredor, não se acanhe, agarre-o e use-o com todas as forças, ele não é sagrado.

estante de livros no corredor

6. Estantes para livros ocupam pouco espaço, com uns 20 centímetros de profundidade você já consegue guardar livros de tamanho médio. Garanta pelo menos uns 80 centímetros de circulação no corredor.

7. Abandone regrinhas milagrosas: cores não vão aumentar nem diminuir seu espaço.

A casa pode ser toda preta, mas se estiver bem planejada e preto for o seu sonho, vai ser a sua casa perfeita. Já mostrei até que teto preto amplia ambientes, lembra?

cama preta

7. Parede preta, piso cinza e roupa de cama escura – um quarto aconchegante.

Cores, espelhos, jogos de luz e ilusões de ótica podem, sim, mudar a sensação de espaço em um ambiente. Mas, eu preciso dizer mesmo sendo óbvio, o tamanho do seu apartamento não vai mudar. Então quebre a cabeça para que sua casa seja funcional acima de tudo, a estética pode ser resolvida muito mais facilmente e eu prometo um post futuro com truques desse tipo.

8. Elimine portas desnecessárias: sim, elas ocupam espaço!

Portas de correr aliviam porque você diminui o espaço necessário para garantir a abertura da porta, mas ainda exigem alguns centímetros para os trilhos e folhas.

armario sem porta

8. No espaço do armário, uma arara deixa as roupas expostas e economiza o espaço das portas. Um quarto dentro do closet ou um closet aberto pro quarto?

Imagens:  123, 4, 5678

Parabólica: Clássicos que inspiram a decoração – por Marina Teiman

Vocês lembram que a gente falou aqui sobre designers que se inspiraram em flores para projetar móveis? Quando vamos montar nossa casa ou escolher as peças para determinados ambientes também podemos buscar ideias em tudo o que gostamos e que está ao nosso redor.

A estilista e blogueira convidada Marina Teiman selecionou vários exemplos de encontro entre moda, design e artes, mostrando que um clássico é sempre um clássico! Confere o post dela e conta para a gente sobre peças que já te inspiraram!

Por Marina Teiman

Há coisas na vida que têm estilo próprio e que, por isso, nunca saem de moda. Se a gente olhar para trás, vamos encontrar na história vários exemplos de quadros, vestidos, filmes ou até mesmo fotos que acabaram inspirando outras vertentes, de forma que permaneceram na moda.

Obra é um clássico atemporal e nunca sai de moda

Com seus traços geométricos, o pintor holandês Piet Mondrian, por exemplo, influenciou o estilista YSL, que criou um vestido que leva o nome do artista.

Peças clássicas servem como referência para criação na moda, no design e na decoração

Até o holandês Gerrit Reitveld, designer autor da cadeira Vermelha e Azul, bebeu na mesma fonte.

Traços guardam semelhanças com quadro de Mondrian

Observando bem, vamos achar vários exemplos de peças que nunca saem de moda. Quem diria, por exemplo, que a cadeira Panton, do designer dinamarquês Verner Panton, é de 1968?

Criada em 1968 por Verner Panton, projeto desafiou a lei da gravidade e revolucionou a decoração

E o que vocês acham desse vestido de noiva criado por Narciso Rodriguez, em 1996, para a discreta e inesperada cerimônia de casamento de Carolyn Bessette com John Kennedy Jr?

Criação do estilista Narciso Rodriguez para casamento discreto entre Bessette e John Kennedy Jr

Exemplos como esses servem para abrirmos os olhos para as artes. Assim, podemos mirar nos clássicos de plantão para criar qualquer ambiente.

A pintura “O Quarto do Artista em Arles”, de Van Gogh, não traria boas ideias para um quarto infantil?

Quarto infantil pode ser criado a partir de traços do artista

E o que dizer desta imagem, que poderia inspirar a criação de uma iluminação para festas de casamento?

Imagens, quadros e objetos podem partir de ponto de partida para criação de ambientes

Fotografias, quadros e objetivos podem servir de inspiração para decoração

Fotos: 1, 2, 3, 4, 5, 6,7 e 8

Há flores em tudo o que eu vejo

Eu sei que não estamos na primavera, mas um dia ensolarado combina muito com flores! E você não precisa ter vasos incríveis para dar uma alegrada em sua casa. Pequenos potinhos, copos, taças, bules antigos, louças desfalcadas… tudo isso pode servir de suporte para arranjos bem criativos.

Veja esse exemplo da foto. Taças de vinho coloridas, em diferentes alturas, foram usadas para abrigar rosas alaranjadas que fizeram um contraste sofisticado com o vidro verde. Ficaria lindo num jantar romântico, por exemplo. Já dá para imaginar as velinhas ali do lado…

Rosas em taças de vinho de diferentes alturas criam ambiente romântico e original

Nesta outra imagem, latinhas antigas de chá foram recicladas para fazer as vezes de vaso. Basta furar a lata com um prego, colocar uma faixa de couro e um pregador. Tá pronto!

Arranjos deixam ambiente rústico e charmoso

Mas quando as flores são bonitas, até um pote de vidro comum que estaria indo para o lixo pode servir de vaso. Neste caso, procure utilizar flores com caules mais longos, como orquídeas ou astromélias. Elas provocam um efeito visual bem clean, com o vidro e a água aparente.

Arranjo, além de ser criativo e barato, deu sofisticação ao ambiente

Se o objetivo é fazer um efeito mais rústico, procure aquele bule de ferro enferrujadinho na casa da avó ou no fundo do armário. Eles ficam um charme com diversos tipos de flores, que não precisam ser de uma única cor como na foto. Observe que a mesa de madeira e o passador de linho complementaram o visual e deram uma conotação de “fazenda” ao ambiente.

Toalha de linho e mesa de madeira complementam o visual do arranjo de flores feito em um bule

Para quem tem pena de jogar fora aquelas xícaras fofas que sobraram de um jogo antigo, que tal colocá-las à mostra? Dá para fazer vasinhos bem delicados que podem ir à mesa, tanto no almoço, num chá à tarde com as amigas ou num jantar mais descontraído.

Criativos e modernos, esses vasos dão um charme a mais à mesa

E, por falar em flores, vale lembrar que muitas vezes elas já inspiraram designers famosos na decoração. É o caso do finlandês Eero Saarinen, que criou a mesa e as cadeiras Tulipa.

Insipradas nas flores, mesa e cadeiras têm traços arredondados como as pétalas

Dá para notar a semelhança no desenho das formas, que se abrem como pétalas, não?

Flores foram inspiração para Eero Saarinen e Pierre Poulain

O francês Pierre Poulain também buscou nas tulipas a inspiraçao para suas poltronas, que levam o mesmo nome.

Móvel combina com ambiente moderno. Formas arredondadas lembram pétalas se abrindo

Outro exemplo bacana é do designer japonês Yoshioka Tokujin, que já criou peças para Kartell, Issey Miyake, Swarovski, entre outras marcas. Ele é autor da poltrona buquê, aí na foto.

Móvel guarda semelhança com astromélias

Você consegue ver as semelhanças com um arranjo de astromélias?

Designers buscam inspiração em flores para criar móveis

Fotos: 1,2,3,4,5,6,7,8,9 e 10

Decoração que aguça os sentidos

Espaço, criado pelas arquitetas Carla Fazenda e Ligia Egas, terá desfile do estilista Arnaldo Ventura

Dando o grito oficial de abertura do fim de semana, está declarado: chocolate está liberado e até combina com decoração! Demos um pulo lá na Casa Cor essa semana e aproveitamos para dar uma conferida na Casa Talento.

Como já explicamos aqui, o espaço mistura conceitos de arte com moda e decoração, estimulando sentidos como olfato, visão, tato, paladar e audição. Uma tendência super em alta!! Se você for o vencedor do concurso que está dando um par de ingressos para uma visita ao evento na próxima quinta vai poder conferir um desfile do estilista Arnaldo Ventura, além de uma cozinha superdescolada, com prateleiras recheadas de chocolate.

O ambiente, criado pelas arquitetas Carla Fazenda e Ligia Egas, tem instalação do estilista Jum Nakao e será palco de um desfile de Arnaldo Ventura

Também tem estamparia da marca de roupas femininas Farm, All Star estilizado, Toy Art e um vestido de papel lindíssimo do estilista Jum Nakao, que colaborou para o projeto das arquitetas Carla Fazenda e Ligia Egas.

Projeto, das arquitetas Carla Fazenda e Ligia Egas, conta com colaboração de estilistas como Jum Nakao. Espaço contará com desfile de Arnaldo Ventura

Semana que vem a gente conta para vocês mais um pouquinho sobre a Casa Cor, falando de uma tendência forte do amarelo e do dourado (já até comentamos aqui!) e do arquiteto Carlos Rossi, que ganhou o prêmio de melhor suíte do Casa Hotel.

Falar nisso, já mandou sua resposta para o concurso? Corre lá e garanta uma chance de ganhar duas entradas para o Casa Cor!

Fotos: Fernanda Ferreira

O segredo de uma boa decoração – parte IV

O mais difícil que é construir o conceito já foi. Agora você agarra nele e não solta! Se você ainda não encontrou uma foto ou imagem para traduzir o seu conceito, agora pode ser uma boa ideia. Ou um filme, uma música, algo mais concreto. Eu sou visual e preciso de fotos, mas você vai descobrir como criar sua âncora para não fugir da sua proposta.

O objetivo agora é desdobrar o conceito em decisões mais concretas sobre a decoração. O partido é o conjunto de características que o ambiente terá: cores, materiais, formatos, luz, texturas e até cheiro e som. Você pode simplesmente listá-las, mas algumas pessoas gostam de montar um moodboard para ajudar.

ideias para decorar a casa

1. Este é um exemplo de moodboard. Os tons de roxo e cinza brincam com o branco total reforçado por iluminação natural,  aspecto clean, tecidos agradáveis ao toque, poucos adornos e acessórios.

Um moodboard é um painel de inspiração. A tradução literal seria um quadro de humor ou “clima”, algumas pessoas no Brasil chamam de painel semântico. Você pode fazer em um quadro de cortiça ou em uma cartolina, com recortes de revistas, amostras de tecidos e materiais. Mas existem ferramentas na internet que te ajudam a fazer um painel virtual (veja no fim deste post).

inspiração rural

2. Um painel com inspirações no mundo rural – madeira rústica, pedras, plantas, um animal de pele bem quentinha, cores terrosas, portas e janelas pintadas de branco, placas. O painel me transmite uma sensação de curtir um friozinho no campo, com um cobertor bem fofinho, numa casa de pedra e madeira. E para você?

O moodboard não precisa ficar bonito, a ideia é que ele transmita o clima e as sensações que você quer alcançar no seu ambiente, que ele te guie e facilite o direcionamento de suas ideias. Se alguma coisa parecer fora de lugar (uma cor, uma textura ou estampa) é nessa hora que você consegue perceber e priorizar, mudar o plano, refinar o partido. E é observando o moodboard que você pode descobrir que quer um tapete de couro ou uma cortina de seda, por exemplo.

painel de ideias para decoração

3. Este é um moodboard físico, com amostras de tecidos e materiais, recortes de revista, rascunho de uma planta baixa, um cartão postal. Qualquer objeto ou imagem podem entrar, não se prenda ao óbvio.

O processo de construção do moodboard é mais importante que o resultado final. Isso significa que ele é dinâmico e deve ser uma ferramenta para te ajudar a pensar, imaginar, criar. Tem que ser uma etapa gostosa de se fazer.

O único cuidado que sugiro tomar é não tentar começar já a fazer o projeto, escolher os móveis e detalhes sem amadurecer bem o partido antes. É hora de pensar em:

Cores – poucas, muitas, só duas, tudo brancão? Cores harmônicas, contrastantes, toque sutis de cores vivas ou tudo super colorido? Lembre que branco e bege também devem ser consideradas aqui.

inspiração de cores para decoração

4. Sua paleta de cores pode surgir da imagem que você escolheu para ilustrar o seu conceito, do seu moodboard ou da sua cabeça, mesmo.

Recomendo muito o site Design Seeds para encontrar inspirações de paletas de cores. Se a foto te transmite a sensação que você procura, verifique a paleta que a autora preparou, é batata!

Materiais – que tipo de material transmite o que você pretende? Lembre-se de pensar nas sensações, nas memórias e referências que você elaborou, “aconchegante” aqui pode ser insuficiente. Que tipo de tecido, fibra, madeira, metal ou vidro conseguem replicar essas sensações? Ou quais as afastam e devem ser evitados?

Texturas – brilho, fosco, rústico? Toque suave ou áspero? Sobreposições, misturas de estampas, tipos de acabamentos de madeira (pátina, laca, de demolição…), metal (cromado, escovado, fundido…) e pintura (brilho, semi-brilho, fosca, texturizada…) entram aqui. Cada textura transmite mensagens e sensações diferentes.

ideias para decoração de natal

5. Cores, estampas, materiais, palavras e objetos inspiram uma decoração de Natal

Formas – linhas retas, orgânicas, padrões geométricos? Sim, essa definição é importante para transmitir seu recado. Veja um post sobre o assunto AQUI.

Luz – direta, indireta, natural, filtrada, branca, amarela ou colorida? Mil possibilidades que mudam totalmente o clima. Mas ainda não precisa escolher a luminária, tá?

Outras particularidades – tamanhos, proporções, repetições, simetria, algum ponto focal que já esteja definido – seu quadro favorito, um tapete super especial, um sofá pink…

Alguns profissionais de design usam o moodboard para ajudar na construção do conceito, mas não é regra. Para quem nunca fez isso antes, sugiro amadurecer bem a intenção do conceito e só depois partir para o “como” chegar lá. Se no meio do caminho você perceber que o conceito pode ser melhorado, é só voltar um passo e rever. Lembre-se: não tem “pode” e “não pode”, é do SEU jeito.

Recomendo algumas ferramentas para fazer moodboards pela internet: PinterestMy DecoImgSpark, você conhece mais alguma bacana? Compartilhe com a gente. E aproveite para visitar a seleção de moodboards que eu fiz no Pinterest 🙂

Continua…

Imagens: 1, 2, 3, 4, 5