Paisagismo: Cultivando temperos – por Isabela Herbetta

Hoje, atendendo a pedidos, vou dar algumas dicas de como cultivar temperos em casa. Esta prática é bem comum e prazerosa, pois além de charmosos e exigirem pouco espaço, as ervas e temperos podem ser de fato utilizados fresquinhos no nosso dia-a-dia.

temperos em vasos

1. Floreiras com temperos na janela.

Os temperos em geral são simples de cultivar, mas exigem alguns cuidados, como qualquer planta. Abaixo os 3 pontos principais (que também servem para a maioria das plantas):

-Sol: as indicações variam de 3 a 5 horas por dia, ou mais, dependendo da espécie. Para algumas apenas iluminação indireta é suficiente, mas é bom não contar muito com isso e deixar seus temperos em um local bem iluminado. Se as folhas começarem a ficar pálidas, murchas ou fracas, é sinal que não estão recebendo luz suficiente, o que influencia inclusive no sabor das ervas!

vasinhos de ervas identificados

2. Os temperos precisam de algumas horas de sol por dia.

-Água: elas gostam de umidade, mas a terra não pode ficar encharcada. A quantidade de água vai depender de diversos fatores (tipo e tamanho do vaso, quantidade de sol, temperatura e até umidade do ar!). Por isso o melhor a fazer é colocar o dedo na terra e ver se está úmida, se estiver seca, precisa ser regada.

floreira com temperos na cozinha

3. Se a terra estiver seca, é hora de regar.

-Drenagem: Como eu falei acima, a terra não pode ficar encharcada, para isso é preciso que o excesso de água escoe. Portanto o vaso ou recipiente que você usar para plantar deve ter aqueles furinhos na base. O ideal é que tenha também uma camada de “drenagem”, como mostra a foto abaixo. É só cobrir o fundo com algumas pedrinhas (o ideal é cinasita, a argila expandida, por ser leve) e cobrir com um pedaço de manta geotextil (bidim). Depois coloque a muda e complete com a terra.

preparar um vaso de tempero

4. Vaso com camada de drenagem no fundo.

Estas são dicas básicas de cultivo, se você atender estas necessidades, ou a maioria, com certeza terá sucesso! Mas não se desespere se não durar para sempre. Outros fatores podem influenciar o tempo de sobrevivência de uma planta, como a fertilidade do solo (os nutrientes podem se esgotar com o tempo), pragas, vento, tamanho do vaso, e o próprio ciclo de vida das espécies, nem todas são perenes.

Ok, só mais duas dicas se estiver realmente empenhado na sua horta: proteja sua planta do vento, use um vaso que tenha de um terço a metade da altura da planta, evite a presença de folhas secas (elas atraem fungos e bactérias) podando com uma tesoura (e não arrancando as folhas). Ops, foram três…

E agora é só se divertir com as ideias de vasos e composições, que são infinitas! Brinque com recipientes inusitados, plaquinhas, suportes, misture as espécies (atenção pro hortelã e salsinha que têm raízes invasoras, melhor deixá-los sozinhos). Mesas, aparadores ou bases para vasos são ótimos para deixar sua horta elevada, facilitando a colheita.

As espécies mais utilizadas são: Alecrim, Cebolinha, Hortelã, Manjericão, Erva-Cidreira, Orégano e Salsinha. Hmm!

vasos de alecrim, salsinha e outros temperos

5

plantar ervas e temperos em casa

6

vasinhos coloridos para horta em casa

7

cultivar temperos

8

temperos orgânicos

9

vasinhos de temperos

10

horta dentro do apartamento

11

hortinha em vasos

12

Quem aí se animou? E pra quem já tem sua hortinha de temperos, aprenderam com as dicas de cultivo?

Fontes das imagens: 1/2/3/4/5/6/7/8/9/10/11/12

___________________

Já conhece o blog da Isabela?

Esse post foi publicado em Cozinha, Jardim e marcado , , , , por Manu Mitre. Guardar link permanente.

Sobre Manu Mitre

Sou Engenheira Química e Designer de Interiores. Sim, sou super generalista e me envolvo em todos os assuntos que existem, adoro. E isso dá um resultado muito interessante. Comecei com o meu próprio apartamento, mudando até a cozinha de lugar. E ficou sensacional, sem falsa modéstia. Criei o Casa da Id&a em 2009 para mostrar um pouco o que eu acredito ser Design de Interiores de verdade – inspiração, design e arte. Sem “pode” ou “não pode”, o que importa é a mensagem e a sensação que o ambiente transmite.

5 respostas em “Paisagismo: Cultivando temperos – por Isabela Herbetta

  1. Pingback: Paisagismo: Os jardins da Mostra Casa Black | casa da idea

  2. Pingback: {Post Convidado} Cultivando Temperos « Casa Bela Blog

Os comentários estão desativados.