Mostra Black: eu fui e gostei!

Lembram do sorteio de uma assinatura de revista que rolou AQUI? Agora foi minha vez de ganhar 🙂

Minha frase foi selecionada em um concurso cultural promovido pela Casa Vogue para a Mostra Black e participei de uma visita guiada sensacional na sexta-feira. A mostra reuniu excelentes profissionais, e cada um deveria interpretar “O que é Black para você?” a seu modo, com toda a liberdade. O resultado não poderia ter sido mais interessante: criatividade sem amarras. Gostei de verdade.

O primeiro ambiente que vimos foi a área externa, projeto do Alex Hanazaki. E ele mesmo nos contou sobre o seu processo criativo e os porquês por trás do lindo jardim. Confesso que entendo lhufas de paisagismo, mas me encantou a coerência de linguagem que ele manteve em todo o projeto.

piscina preta

1. A piscina preta, original da casa, foi de onde tudo surgiu. Ele achou que ela estava muito perdida lá no canto, sozinha. Criou um espelho d'água rente ao muro percorrendo todo o jardim até desembocar nela, integrando-a ao projeto. E para esconder as casas e muros vizinhos, que segundo ele eram feios e assimétricos, construiu um jardim vertical de 7 metros de altura e 30m de comprimento.

muro verde

2. Com plantas simples, "do tipo que tinha no quintal da vovó" , ele fez uma linda composição no muro, criando um pano de fundo para seu ambiente. E para manter o destaque no jardim vertical, utilizou plantas mais rasteiras no restante da área externa

3. Os desenhos geométricos utilizados no muro - linhas retas com curvas discretas para equilibrar o moderno com o orgânico - foram repetidos nos formatos das peças do piso, no pergolado amarelo, nas bordas da piscina e até no corrimão da ponte (veja foto 1 novamente)

jardim vertical Alex

4. A iluminação era um show à parte, valorizando as diferentes texturas e deixando tudo num clima bem aconchegante. O painel de madeira do muro virava um painel de projeção à noite - "uma piração de mostra", segundo ele

A mostra acabou hoje, mas eu trago outras fotos para vocês curtirem um pouquinho também, tá?

Imagens: 12, 34

Esse post foi publicado em Decoração, Jardim e marcado , , , , , por Manu Mitre. Guardar link permanente.

Sobre Manu Mitre

Sou Engenheira Química e Designer de Interiores. Sim, sou super generalista e me envolvo em todos os assuntos que existem, adoro. E isso dá um resultado muito interessante. Comecei com o meu próprio apartamento, mudando até a cozinha de lugar. E ficou sensacional, sem falsa modéstia. Criei o Casa da Id&a em 2009 para mostrar um pouco o que eu acredito ser Design de Interiores de verdade – inspiração, design e arte. Sem “pode” ou “não pode”, o que importa é a mensagem e a sensação que o ambiente transmite.

4 respostas em “Mostra Black: eu fui e gostei!

  1. Oi Manu! Que bom que você foi na Casa Black, aguardo mais posts ótimos assim sobre tudo! rsrsrsr… Acabei não conseguindo ir, mas pelo visto estava tudo lindo mesmo! E parabéns pela frase! Sempre acho que deve ser tão difícil ganhar este tipo de concurso!
    Abs, Isabela.

  2. Parabéns por ganhar o concurso! E obrigado por mais um ótimo post… muitas ideias boas e muita inspiração.
    Beijos

  3. eu fui embora cedo, não vi a iluminação. Que lindo!!! Mas assim que finalizar a reforma lá em casa, esse jardim vertical já entrou na programação!!! Achei lindo!!!

Os comentários estão desativados.