Como escolher um quadro?

Outro dia tive uma conversa com meu marido sobre pintura realista. Ele me falou uma coisa que nunca tinha pensado: depois da fotografia se tornar acessível por que algumas pessoas insistem em tentar reproduzir exatamente uma paisagem com pintura?

Encontrei esta fotografia maravilhosa passeando no Flickr. Ela não é pior do que uma pintura exatamente igual.

E esta de outro fotógrafo, no Flick também. Faria um quadro lindo...

A pintura é arte, assim como a fotografia. Encontrar o melhor ângulo, a melhor iluminação e modelos demanda talento e boa execução. Mas entre uma paisagem fotografada ou pintada, será que faz muita diferença? A não ser que a pintura extrapole a reprodução exata da realidade, algo que a fotografia (sozinha) não consegue.

Alguns exemplos bem famosos:

Uma obra impressionista - os limites dos objetos são resultado da nossa percepção. As flores são pinceladas grossas, sem detalhes, mas você sente a delicadeza de cada uma e pode imaginar perfeitamente como elas eram (cada um vai imaginar de uma forma).

Monet tinha total domínio da pintura e faria uma obra realista perfeita, se quisesse. Mas ele foi além. Brincou com técnicas e cores, transferiu seus sentimentos para o que ele via. Uma fotografia sozinha não faz isso…

Por causa dessa discussão, fui procurar uma explicação do que é arte. Gostei da definição que encontrei na Wikipedia:

“atividade humana ligada a manifestações de ordem estética, feita por artistas a partir de percepção, emoções e ideias, com o objetivo de estimular essas instâncias de consciência em um ou mais espectadores, dando um significado único e diferente para cada obra de arte.”

A interpretação de Picasso sobre um bombardeio ocorrido em Guernica.

Repare, por exemplo, na mulher à esquerda com seu filho morto no colo. As lágrimas são seus próprios olhos, demonstrando o sofrimento e o horror do momento. A visão do artista, sua interpretação e seus sentimentos estão neste quadro. Muito mais do que a perfeição fotográfica do momento. Você não precisa gostar, mas que é arte, é!

Mas, e o que isso tem a ver com a decoração da minha casa? Tudo. Pelo menos eu tenho arrepios quando vejo um quadro “sobrando” em uma parede, está ali porque não tinha mais onde pendurar. Ou foi aquele quadro que alguém comprou no interior meio sem saber por quê. Quadros são um pouco de arte na sua casa. Trate-os como eles merecem, e como sua casa merece…

Um ambiente super colorido, com linhas modernas. Olha que interessante o contraste que foi feito com um quadro sem cor nenhuma de um raminho singelo de flores. O que isso significa para você? Te transmite alguma sensação? {AT}

Você não precisa comprar quadros caros, ou de artistas famosos, principalmente se você não entende muito do assunto. Na hora de escolher um quadro, leve em conta se o trabalho tem originalidade, o que ele tem de único, que mensagem ela passa e o que isso tem a ver com a mensagem que você quer passar no ambiente que abrigará o quadro. Só isso.

Ainda falando em flores, esta parede recebeu vários quadros de estilos diferentes mas com o tema em comum. Isoladamente podem não ter muita graça mas, juntos, é clara a intenção de florescer o ambiente. {DI}

Um jeito diferente de exibir sua história. Uma cabeceira que diz muita coisa. {emma}

Quer algo mais significativo do que a arte dos seus filhos na parede? {emma}

Os quadros, só de mulheres, reforçam o ar feminino do quarto. A foto do vidro de perfume poderia ser um desses quadros que eu chamo de perdidos, mas aqui fez muito sentido. {HT}

Escolher um quadro é muito mais do que preencher um espaço vazio na parede. Ele tem que trazer significado, seja pela obra em si, seja pelo que ele acrescenta ao ambiente. Pense sempre nisso que não tem erro!

Imagens:

Apartment Therapy

Emma’s Design Blogg

House of Turquoise

Desire to Inspire

Add to Facebook Add to Twitter

6 respostas em “Como escolher um quadro?

  1. Pingback: Cortina na varanda « casa da id&a

  2. Pingback: Mais ajuda para escolher quadro e moldura « casa da id&a

  3. A arte também tem a ver com quem compra (ou faz ou tem), a pessoa tem de gostar pra colocar no ambiente. Se não fica solto no espaço….estranho.

  4. Ótimo post. Acho que o posicionamento correto de um quadro também vale um post… tem muita gente por aí com uns quadros que são até bonitos, mas colocados no lugar errado, e isso acaba com o conjunto.

Os comentários estão desativados.