Inspiração – por onde eu começo?

O título do nosso blog fala de inspiração, inclusive antes de design e de arte. Tem gente que diz que arte é puro talento, você nasce artista. Tem gente que diz que transpiração que traz o sucesso. Eu fico no meio do caminho. Acho que todos nós nascemos super inspirados e a educação da gente vai nos moldando. Alguns são mais rebeldes, se adaptam menos. Outros são certinhos, seguem a cultura e a tradição do jeitinho que os pais e avós ensinaram. Tem um vídeo muito bacana que fala sobre a relação entre criatividade e educação, é fantástico, vale a pena assistir se você ainda não viu:

[http://www.youtube.com/watch?v=aQym7WkF5ks]

Fato que a inspiração é importante, venha ela do berço ou do nosso esforço. Para aqueles que não conseguiram manter a genialidade da criança, ou que estão preocupados com outros assuntos e falta concentração pra deixar a inspiração aparecer, existem técnicas muito boas para despertar a criatividade. Vou falar um pouquinho do que eu acho bacana e funciona pra mim em design de interiores.

A primeira vez que eu tive que fazer um projeto de design de interiores na Escola, não sabia por onde começar. O meu professor, o Guto Requena, deu um briefing com o perfil do morador, o que ele queria do apartamento dele, tal. E ele dizia que a gente tinha que desenvolver um conceito pro projeto. Que diabos é um conceito?? Difícil explicar. Eu penei. Dava muita vontade de já partir direto pra planta do apartamento, derrubar paredes, resolver os problemas do “cliente”. E o Guto não deixava.

Fiquei semanas pensando, todo mundo já tinha começado e eu ainda buscando o tal conceito. Eu só consegui resolver quando comecei a fuçar revistas. Não de decoração, revistas de qualquer coisa, que tenham fotos e imagens bacanas. Descobri que eu sou visual. E eu procurava uma imagem que traduzisse a sensação que eu queria passar naquele ambiente. Vi uma foto preta e branca, de um casal abraçadinho numa praça. A foto era bem clichêzinha, mas o sentimento que a foto me passava era perfeito pro que eu queria do projeto!

foto do beijo preto e branco

Esta é a famosa foto de Doisneau, não a do meu projeto. Mas era mais ou menos nessa linha.

A foto tinha alguns elementos importantes que combinavam muito com o perfil do cliente: era urbana, simples, discreta, clássica e carinhosa. E como as cores têm grande influência nas nossas emoções, com a foto eu descobri que queria fazer o apartamento todo em P&B – simples e sofisticado. A foto foi a minha inspiração.

Sempre que eu empacava no projeto, voltava pra foto. Olhar pra foto me lembrava a sensação que eu estava buscando, a mensagem que eu queria passar, enfim, a minha inspiração. No fim eu até incluí algumas cadeiras coloridas, não resisti, mas o conceito do projeto e o sentimento no ambiente foram exatamente o que eu imaginei deste o começo. Porque eu tinha e fiquei firme a um conceito.

Existem bancos de imagens na internet como o Getty Images que podem ajudar a encontrar aquela imagem que vai traduzir seus sentimentos.

azul na decoração

Esta imagem da menina na piscina de bolinhas me traz alegria, paz, satisfação… grandes responsáveis são os tons de azul e os formatos circulares. Poderia me inspirar num projeto de um home theater. Fala que ela não passa aquela sensação deliciosa de não querer sair dali nunca mais? Que ali está confortável e divertido?

Encontrei um blog de noivas – The Inspired Bride – que tem um sessão muito interessante para ajudar na decisão da paleta de cores da decoração das festas. Justamente do jeito que eu me inspiro – com fotografias. Olha que bacana. Observe cada uma e tente responder o que te passam essas imagens. Que sentimentos e mensagens? Que tipo de ambiente tem a ver com cada uma delas?

cores na decoracao

Já falei que eu adoro limão, né? As cores fortes e contrastantes dessa foto me transmitem muita energia, vida, força, saúde…

paleta de cores para decoracaoE esta pra mim é intrigante. Ela é atemporal por ser clássica e moderna ao mesmo tempo. Comportada e irreverente. Jovem e séria.

paleta de cores para decoracao vermelho azul e areiaOlha que foto deliciosa… apesar de ser numa praia, ela não passa aquela sensação de calor, nem de confusão. A sombrinha colorida é descontraída, a iluminação passa tranquilidade, o céu é tão neutro… eu fico imaginando quem será que está deitado ali, o que essa pessoa está pensando, sentindo. O que você sente?

paleta de cores para decoraçaoEu sou bem doceira, mas não me dá vontade nenhuma de comer essas coisinhas pink. O ambiente é tão frio, sério e formal… o rosa chama a atenção, é chocante, contrastante, não apetitoso mas super instigante. Que ambientes precisam ser assim?

Como eu disse, inspiração precisa de um pouquinho de trabalho para nós, mortais. Mantenha-se sempre antenado, lendo sobre assuntos diferentes, descobrindo lugares novos, músicas, filmes, fotografias… acompanhe vários blogs de assuntos diferentes do seu dia-a-dia. Tenha referências, o conhecimento dá uma super força na hora da criatividade.

E nunca faça aquela pergunta para uma revista de decoração: “de que cor eu pinto a parede da sala? Amarelo ou azul?”. Descubra ou desenvolva (sim, dá trabalho) que mensagem você quer passar naquele ambiente. Observe que sensações ele passa do jeito que está e use umas fotografias bacanas para encontrar esse equilíbrio, você vai ver que é muito divertido!

E, se quiser ir mais fundo e aprender a fazer o seu projetinho, siga o Curso de Decoração Online aqui do blog!

25 respostas em “Inspiração – por onde eu começo?

  1. Pingback: Inspiração para a decoração: bolo! | casa da id&a

  2. Pingback: Fazendo uma sala aconchegante | casa da id&a

  3. Oi Manu, sou Sheila e estou construindo a minha casa…nossa como é difícil imaginar o q ficará melhor. Gostaria de saber sobre papel de parede e adesivos, são boas opções?
    Parabéns pelo blog!

    • Sheila,
      papéis de parede e adesivo são soluções interessantes, sim. Só pense bem por que você quer usá-los para não gastar sem necessidade😉
      Abs
      Manu Mitre

  4. Pingback: Decoração em Friends | casa da id&a

  5. Eu gostei te tudo que li, mas continuo com muitas dúvidas para gerar meu cantinho. Em janeiro de 2012 vou morar numa casinha de 60m2 , ela e bem compacta, tem cozinha integrada a sala e ai mora a minha maior dúvida. Gostaria que ela tivesse uma alma feminina. Já que quem vai morar são duas mulheres rsrsrsr eu e minha filha de 21 anos. Tenho um sofá de 1.40X 70cm surradinho, que tenho que cobrir. Eu estou pensando em usar tres cores violeta, lilas e rosa antigo ou clarinho tb (nas paredes, na cozinha e em alguns moveis) e agora? como distribuir essas tres cores em harmonia? Se eu cobrir o sofa na cor violeta, que cor faço nas paredes? as paredes da sala tem que ser a mesma da cozinha? Dúvidas crueis .
    Eu vou amar receber orientações para desatar esse nó das cores. Agradeço pela oportunidade.

    • Lindo conceito, Debora! E a escolha de cores tem tudo a ver, são harmônicas naturalmente, não tem muito segredo.
      Pense em distribuir as cores tanto na horizontal como na vertical. Por exemplo: um sofá violeta pode ficar pesadão numa sala toda clarinha, parece que fica grudado no chão, sabe? Para equilibrar, você precisa de algo que puxe o olhar para cima, ou para o outro lado da sala. Pode ser com um quadro vinho, com uma luminária escura ou com uma parede oposta em rosa queimado. Talvez o post sobre a cor preta ajude a entender essa ideia AQUI.
      Outro post que pode te ajudar a coordenar cores e estampas é sobre um leitor que pediu ajuda com o sofá amarelo AQUI. Vai lá e me diga se ajudaram.
      E não se preocupe com regrinhas de “tem que ser da mesma cor”, faça o que seu coração mandar que é assim que vai ficar mais bonito!
      Beijos
      Manu Mitre

  6. Pingback: Roxo na decoração – parte 2 « casa da id&a

  7. Pingback: Roxo na decoração – parte 1 « casa da id&a

  8. Pingback: O que tem de errado neste apartamento? « casa da id&a

  9. Pingback: CONCEITO DE VERDADE. « Vinteeseis Design

  10. Pingback: Como você escolhe tapetes? « casa da id&a

  11. Pingback: Home-office « casa da id&a

  12. Pingback: Apartamento para Motociclistas « casa da id&a

  13. Pingback: Hotel Design Faena – Luxo e Suntuosidade « casa da id&a

  14. Pingback: Decorando com Branco « casa da id&a

  15. Pingback: Azul Avatar « casa da id&a

  16. Oi Manu,
    sua mãe me enviou o seu blog. Não sabia que você é também designer de interiores. E uma excelente blogueira! Estou amando o seu blog, muito criativo, informativo e lindo! Parabéns!!
    Passei para o meu namorado que é também engenheiro como você e tem como hobby o design de produtos. Ele adorou!!
    Aqui, estamos montando um ap e ele quis porque quis um sofá cinza rato. Só que o nosso piso é de madeira escura… E aí? ALguma dica? Se o sofá cinza te inspirar…
    Vou continuar acompanhando e divulgando o seu blog por ai..
    Beijos
    Helena

    • Oi, Helena!
      Que bom te ver por aqui, quanto tempo, hein?
      Estou, mesmo, preparando um post para usar o cinza, daqui a pouco sai. Mas já te adianto que tudo dá, é só saber o que vocês querem transmitir. Uma paleta de marrons e cinzas pode ficar interessante, ou usar um tapete para clarear o ambiente… manda uma foto que posso te ajudar mais, tá?
      beijos e continue por aqui!
      Manu

  17. Pingback: Conceito de verdade « casa da id&a

  18. Pingback: Linhas retas ou curvas? « casa da id&a

  19. Pingback: Inspiração para o Carnaval « casa da id&a

  20. Pingback: Cores na Decoração « casa da id&a

  21. Pingback: Karim Rashid « casa da id&a

Os comentários estão desativados.